3.11.05

Malhação é bom e eu gosto

Hoje a Denise Arcoverde me disse que está de bom humor porque vem malhando muito, como eu. Depois disso achei que o assunto merece um post. Nunca entendi a paixão masculina pela musculação. Pensava e pensava e só conseguia imaginar que era pura idolatria masculina pelo próprio corpo. Algo como: - Olha só como eu sou gostosão! Saradão assim, ninguém pode comigo. O próprio cara babava na frente do espelho admirando sua imagem. Algo muito parecido com as intermináveis horas femininas acertando o cabelo, refazendo a maquiagem, cuidando das unhas, escolhendo roupas.
Só recentemente descobri que por trás da malhação há também muito prazer. Como imaginar que sentir os músculos queimar de dor seja algo gostoso? Não é que a esperta aqui não saiba nada sobre saúde e bem estar. Ao contrário, adoro esses assuntos e bem sei sobre liberação de endorfinas e coisa e tal. Mas, malhar! Isso não, tenha dó!
Acontece que há algum tempo fui passar uns dias em Itajubá – MG, visitando um lado da família. O ápice do encontro familiar foi ir ao clube passar o dia. Foi maravilhoso! Havia décadas que não caia numa piscina olímpica. Dei braçadas até a exaustão. Mergulhei inúmeras vezes e atravessei, ou melhor, tentei atravessar a piscina umas tantas outras. Algo dentro de mim, já esquecido, voltou com força total. Eu me lembrei que adorava nadar. Mas nadar mesmo! Atravessar piscinas enormes, coisa que só clube tem. Eu vivi minha infância ao lado de um clube. Passava horas em profunda meditação, eu e a piscina. Era peixe, e peixe me tornei de novo.
Enfim, ficamos sócios de um clube perto de casa. O maridão passa a jogar futebol, a filha faz ginástica e a mãe fica feita barata tonta esperando o verão chegar? De forma alguma! Então que tal fazer musculação? Tem flexibilidade de horário, o que vai bem de encontro com minha rotina de trabalho. OK, relutante, eu resolvi tentar.
A.M.E.I.!
Que mais posso dizer. Apenas que a cada dia, olho no céu cheia de esperança de ver um dia de sol para ir nadar. Pegar a filhota depois da aula, juntas cair na piscina, malhar um pouquinho e ficar feliz... de bem eterno com a vida!

6 comentários:

Juliano disse...

Preciso descobrir rapidamente esse prazer pela malhação. Gorduras abdominais em curva ascendente estão começando a me preocupar.;)

Abração.

Pat disse...

Juliano,
Estímulos mentais sempre tiveram mais apelo para mim. Talvez seja o mesmo com todos os blogueiros - muitos de nós gastam horas na frente do micro. Mas praticar qualquer atividade física que leve à "exaustão" é mesmo prazeiroso e faz muito bem à nossa saúde mental. Coragem...
abraço e obrigada pela visita
pat

Flávia disse...

Oi Pat, vim parar aqui através de seu comentário sobre o preconceito do mundo em relação aos homossexuais,que vc fez no blog da Denise. Penso como vc, mas adorei o seu comentário, pois soube explicar exatamente o que eu penso.

Ah, e quanto a malhar....... putz, me dá uma preguiça! Mas arrumei uma personal agora e não tem escapatória, e não é que eu to gostando !?!

Beijoks e boa semana.

Pat disse...

Flávia. Adorei seu blog e a homenagem à mãe Lurdinha.
Quanto a malhação... bota para quebrar, guerreirinha! Sê fica feliz e de lucro ganha o corpo que sonhou a Deus!
abraço
pat

Viscondi disse...

Recebí sua visita hoje e fiquei muito feliz.
Aproveito para dizer que gostei muito dos seus escrito.
Voltarei sempre aqui.
Um abraço
viscondi

Denise Arcoverde disse...

Que legal, Pat!!! agora é só manter o pique ;)

Beijão!