22.10.06

Domingo tranquilo

Tem dias que a gente fica feliz. Nada de especial acontece, apenas toma consciência de que a vida é boa como ela é ou está. A filha brincando na casa da amiguinha, um entardecer revigorante de primavera, o marido assistindo São Paulo X Grêmio na TV e eu assistindo com ele, aninhada. Dá o intervalo, ele vai preparar um lanchinho para nós dois. A casa está em ordem, o jardim viçoso até demais - já é hora de chamar o jardineiro - a gata preta dormindo no sofá toda esticada. Resolvi ver o que o pessoal anda escrevendo por aí. Consigo ouvir ao fundo alguns passarinhos aproveitando as últimas horas da tarde, um ou outro cachorro dando um latido perdido, procurando amigo para conversar. Ouço também, bem distante, um grupo animado cantado Feliz Aniversário para completar o dia especial de alguém. Mais alguns minutos e vou buscar a filhota. Motivo para puxar uma conversa com a Sandra, a outra mãe, que deve ter tido um dia bem parecido ao meu. Acabando o jogo, vamos caminhar. Além do silêncio, ar puro, há lindas casas e jardins para apreciar. Não é difícil cruzar com outras famílias passeando, então, como bons vizinhos desconhecidos, deixamos um sorriso e uma boa tarde para cada um. Assim, tudo tão gostoso e tranqüilo que fico até com preguiça de começar a semana.

4 comentários:

Flávia disse...

Ai, tão boa sua narrativa, passou paz para cá também.
mas a semana vai ser boa também.
Beijos e aproveite.

Kafé Roceiro disse...

Ainda bem que existem esses dias senão estávamos perdidos. Beijos.

sandra disse...

que coisa boa...

Luci disse...

que delícia de texto... deu até pra sentir o ar da primavera!
tão bom saber que existem pessoas assim, que sabem usufruir das coisas boas que estão ao redor!
e adorei saber que tem uma gata preta ai! aqui tb!!!rs!
bjs!
boa semana!