15.10.06

Vale a pena ler

Tem hora que balanço...
Trechos da coluna de Kennedy Alencar, na folha on line. Tenho achado bem interessante o que ele tem para falar.

Em: Lula faz um bom governo (25/08)
Quando eleito presidente em outubro de 2002, Luiz Inácio Lula da Silva disse numa conversa informal que tinha três grandes decisões a tomar: impedir um desastre na economia, resgatar parte da dívida social e não errar na política ao montar uma base de apoio no Congresso.
No atacado, Lula acertou nas questões econômica e social. Apesar de críticas pontuais, o Brasil melhorou nessas áreas. Um dos principais motivos foi Lula ter dado continuidade e ampliado políticas que tiveram início no governo do tucano Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). Na articulação política, porém, o petista patrocinou um desastre.
Lula tem feito um bom governo. O Brasil não virou uma maravilha em quatro anos. Mas os mais pobres realmente foram beneficiados pelo controle ainda mais rigoroso da inflação e por políticas de descompressão social. A principal promessa de 2002 foi cumprida.

Em: Eleição não está decidida (13/10)
Bolsa de apostas
Se Lula for reeleito, o deputado Delfim Netto (PMDB-SP) é candidato a entrar no governo. No mínimo, como assessor especial. Delfim, ministro de administrações da ditadura militar de 1964, tem sido um dos conselheiros econômicos do presidente.

.... Quando lá em cima, a gente dá um tempo para refletir, logo abaixo a gente pensa que o Lula não anda mesmo em boa companhia.

3 comentários:

Kafé Roceiro disse...

Não mesmo! E vale pra ele a máxima: "Diga-me com quem andas que direi quem tu és!" Bejos..

Ricardo Rayol disse...

Desculpe, mas que politica economica?

Luci disse...

Pat! nada é perfeito! nem o principe, muito menos o sapo!
bjs!