17.12.07

Blogagem coletiva pela Flávia


Estou participando da blogagem coletiva em favor da Favinha que há dez anos está em coma vigil em função de um trágico acidente numa piscina. Até hoje as instituições envolvidas, a saber: Jacuzzi, AGF Seguros e o Condomínio onde ela morava não assumiram plena responsabilidade pelo acidente. A história comove nossos corações e eu convido você a visitar o Blog da Flávia para conhecer o problema em detalhes.


Não bastasse a indignação e a dor que sofre a família e a própria Flavinha, o ocorrido ainda exige que a Odele, mãe da Flávia, tenha que mobilizar a opinião pública para receber o que lhe é de direito. Os recursos para garantir a qualidade de "vida" para sua filha hoje e no futuro, quando a mãe não mais estiver presente. Eu sou mãe e sei bem que preocupação é essa. Além disso, ainda procura nos informar dos perigos que podem existir no uso inadequado de equipamentos para piscinas, e eu lhe agradeço por isso, pois nunca me ocorreu que o sistema de sucção das piscinas (principalmente as aquecidas) pudesse representar risco à vida.
Lamento pelo comportamento das empresas envolvidas. Mesmo que aleguem estarem exercendo seu "direito", será que isso é ético? A AGF é minha seguradora e, o mínimo que posso fazer, é contatar a empresa pedindo explicações. Não quero trabalhar com uma seguradora que não sabe a diferença do que é lei e justiça. Afinal, do meu ponto de vista, a seguradora tem uma enorme parcela de responsabilidade, pois nós fazemos seguros para cobrir eventualidades, por mais improváveis que sejam. Gosto da AGF seguros, sempre me atendeu bem, mas não quero que apenas atenda bem seus clientes, mas também aqueles que forem vítimas de situações que o seguro cobre. Gostaria de ver a seguradora agir diferente. Gostaria de a ver cumprindo com sua obrigação ética e usando de todo seu poder e talento jurídico para conseguir que os demais envolvidos assumam sua parte. O que dizer da Jacuzzi, então, que há décadas está no Brasil fazendo história. Será que não se sensibiliza? Não é o caso de cada dirigente das empresas por a mão no coração e fazer o que é CERTO?! Afinal, a Flávia é com certeza, a vítima mais inocente dessa tragédia.
Que Deus ilumine o coração de quem tem o poder de mudar essa história.


5 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Belíssima publicação, sobretudo pela pertinêncioa. Eu não sabia do envolvimento da AGF Seguros, que tal como a Jacuzzi posiciona-se de maneira nojenta. É inominável citar o exercício do direito para esconder a ganância desmedida pelo lucro diante de situação tão sensível. Aos clientes e amigos da AGF Seguros e Jacuzzi recomendo: cuidado com quem estão negociando.
Cadinho RoCo

Odele Souza disse...

Pat,

Obrigada por sua participação na Blogagem Coletiva de Flavia. Obrigada por este excelente post.
Fique com nosso carinho.

Professor Sergio disse...

Oi Pat, também participei desta campanha. Como é bom unirmos em prol de uma causa tão importante. A história de Flavinha me comoveu..ab e bj

Professor Sergio disse...

Estamos juntos nesta luta. A história da Flávia e sua família, me emocionou. ab e bj

Anônimo disse...

Bonito blog. También original